Alho e Cebola x Meditação


Nos preceitos da Medicina Ayurveda, temos os Gunas, estados mentais, que são Tamas (Letárgico), Rajas (Ação), Sattwa (Equilibrio). A meditação é um estado de silêncio, quietude e escuta na plenitude, no vazio, mas também na criação. É éter, é espaço. O alho e a Cebola são alimentos que vem de ação, de Rajas ou Rajásico. Eles dão impulso, limpam as inflamações, e geram agitação, ao contrário do que é o estado da meditação, que é um estado ligado a Sattwa, ou Sattwico - de equilíbrio. Esses alimentos não são utilizados na Índia diariamente, mas como medicamentos em casos de depressão e letargia, pois tão impulso quando utilizados como antibióticos. São alimentos que se utilizados frequentemente, o sistema imunológico, entra em processo vicioso, e não saberá quando necessário, fazer uma autocura.

Eu adoro alho e Cebola, mas o utilizo, observando a inteligência deste elemento da natureza e quando meu corpo físico realmente está precisando dele. Meditar com muito alho e cebola no organismo, é quase como querer fazer um campeonato de esportes sendo um cardíaco de risco. Um estado anula o outro e você viverá no mundo da ilusões, achando que você medita, mas acaba ficando na superficialidade, pois sua mente estará com tanta agitação, que você não conseguirá encontrar um estado de paz, quietude e plenitude que a meditação nos oferece. Um dos melhores substitutos da cebola e alho, é a Assafétida. Quando você cheira o pó da erva, pode até não gostar do cheiro, mas depois que ela vai para panela, é incrível o saber e o aroma que fica por toda cozinha. Dia 23 de março teremos o Workshop Dinacharya em Cabo Frio. Vem participar conosco!

https://bit.ly/2D6zXSx

#culturadameditação #conhecimentoeinteligencia #meditação #amorproprio #cozinhando #vedas #ervas

Posts Em Destaque
Posts Recentes